0800 702 8845 / (41) 3342 2825

Bem vindo à
Nutrição
Enteral
Descomplicada!

Conte com a Prodiet para entender
tudo sobre esta forma de alimentação.
O que é
Nutrição Enteral?
A nutrição enteral é uma alimentação completa em nutrientes, proteínas, vitaminas, e minerais, ingerida via sonda, que auxilia na recuperação e bem-estar do paciente. saiba mais

Nutrição Enteral

O que é ?

A nutrição enteral é uma forma de alimentação que substitui ou complementa a alimentação convencional, fornecendo energia e força para o organismo. Por possuir nutrientes como os dos alimentos, auxilia na recuperação do paciente e previne a perda de peso.

Além da nutrição enteral via sonda, o paciente também pode receber o alimento de nutrição enteral pela via oral, conforme prescrição do profissional de saúde. A nutrição oral pode complementar a dieta do paciente que não esteja ingerindo nutrientes suficientes para uma alimentação balanceada.

Prodiet-Trophic-2

Processos Digestivos

A diferença entre a alimentação convencional e a alimentação enteral está nas etapas da digestão. No caso da alimentação enteral, o alimento já está triturado, pronto para o início da digestão, o que facilita a nutrição que o paciente precisa para o dia a dia.


Continue lendo os assuntos abaixo:

Primeiro dia
em casa
Confira nossas instruções e dicas para uma recuperação plena dentro de casa. saiba mais

Primeiro dia em casa

Nutrição Enteral em Casa

Nem sempre é fácil entender todos os cuidados para a nutrição enteral. É natural ter perguntas ou precisar de ajuda uma vez que esteja em casa. Você pode  contar sempre com o Prodiet em Casa, aqui ou em nossos canais de atendimento.

É importante seguir as orientações do profissional de saúde do paciente no que diz respeito aos horários de administração, quantidade de dieta em cada refeição, qual a fórmula mais indicada e quantidade de água ao dia que o paciente necessita.

O que você vai precisar:

Preparação

  1. Antes de tudo, verifique se o produto está dentro do prazo de validade;
  2. Higienize as mãos antes de manusear o produto;
  3. Higienize a embalagem antes de abrir;
  4. Caso opte pela nutrição enteral em pó, utilize água filtrada ou fervida (em temperatura ambiente) para dissolver o produto;
  5. Utilize a quantidade de água e pó conforme orientação do profissional de saúde;
  6. Bata a dieta no liquidificador ou mixer por aproximadamente 5 minutos ou até a completa homogeneização;
  7. É importante agitar bem a dieta antes da administração;
  8. Despeje a dieta enteral no frasco.

Administração

  1. Conecte o equipo ao frasco;
  2. Pendure o frasco em uma altura superior à do paciente;
  3. Abra a roldana até que se preencha o equipo com a dieta;
  4. Após o preenchimento total, feche a roldana e então conecte o equipo na sonda;
  5. Abra a roldana até começar até começar a gotejar (entre 60 e 120 gotas por minuto, ou conforme orientação);
  6. Quando acabar o conteúdo do frasco (isso levará em torno de 1 a 2 horas), é necessário injetar na sonda de 20 a 40ml de água filtrada ou fervida (temperatura ambiente), com o auxílio de uma seringa descartável.

Limpeza da Sonda

Após cada refeição, injetar uma seringa de água filtrada, em temperatura ambiente, para a retirada de qualquer resíduo que tenha ficado, evitando o entupimento da sonda.

Administração de Medicamentos via Sonda

Use preferencialmente medicamentos líquidos, se precisar usar pílulas, amasse os medicamentos até obter um pó fino e dissolva em água. Com a ajuda de uma seringa, aplique o medicamento lentamente na sonda. Antes e após a administração, passe uma seringa com água para limpeza. Atenção: nem todos os comprimidos podem ser macerados. Procure sempre a orientação do profissional de saúde.

Armazenamento de Dietas

As fórmulas são como comida, portanto devem ser manuseadas e armazenadas corretamente, conforme as recomendações abaixo:

  1. Armazene as fórmulas fechadas em um local limpo, seco e em temperatura ambiente;
  2. Use a fórmula líquida em até 24h após aberta. Se não for utilizado após 24h, descarte;
  3. 30 minutos antes da administração, retire a dieta do refrigerador;
  4. Não aqueça a fórmula em micro-ondas ou fogão;
  5. O produto em pó, após aberto, deve ser consumido dentro de 30 dias.
    Quando preparado, a validade da dieta em pó é de 12h, sob refrigeração de 2°C a 8°C, e 4 horas em temperatura ambiente;

Sonda Entupida ou Fora do Lugar

Se você notar diferenças no funcionamento da sonda, ela pode estar dobrada em algum ponto, a fórmula pode estar ressecada ou algum medicamento pode estar obstruindo a passagem.

Aplique uma seringa com água para tentar desobstruir. Se a sonda continuar entupida, consulte o profissional de saúde para receber as devidas orientações.

Continue lendo os assuntos abaixo:

Mitos e verdades
Nem tudo o que se ouve é verdade ou mentira. Conheça alguns mitos e verdades da nutrição enteral e esteja preparado para tudo. saiba mais

Mitos e verdades

Para acabar com todas as dúvidas e especulações, acompanhe com a gente o que é mito e o que é verdade.

  • Alimentação enteral pode ser administrada em casa.

    A alimentação enteral pode ser feita em casa: é chamada de terapia nutricional domiciliar. Com o auxílio da equipe de saúde o paciente ou cuidador podem fazer a preparação e administração das fórmulas enterais no domicílio.

  • A sonda é para sempre.

    A sonda é utilizada apenas enquanto o paciente estiver impossibilitado de se alimentar por via oral. Durante esse período a nutrição enteral é fundamental para auxiliar na recuperação e manutenção do estado nutricional do paciente, melhorando sua qualidade de vida e bem-estar.

  • A dieta enteral é suficiente para a alimentação do paciente.

    Sim, a dieta enteral é igual a uma alimentação comum, o paciente vai ingerir a recomendação dada pelo profissional de saúde e com isso ele vai se sentir saciado. Se o paciente reclamar de fome ou de não querer se alimentar em determinadas refeições, converse com a equipe de saúde para possíveis alterações.

  • A sonda machuca ou causa dor a quem usa.

    A sonda é um tubo fino e maleável que não machuca ou causa dor ao paciente. No dia da colocação o paciente pode sentir um leve desconforto, mas em situações normais não sentirá dores por causa da sonda.

  • Só o médico ou o nutricionista podem indicar qual é a melhor dieta para o paciente, quanto ele precisa ingerir e os horários da alimentação.

    A quantidade e horários de administração devem ser prescritos pelo profissional de saúde que acompanha o paciente. Cada paciente é único e tem uma necessidade especial, portanto só o profissional de saúde pode recomendar a quantidade ideal da ingestão alimentar.

  • O paciente com sonda não precisa tomar água.

    O paciente em uso de dieta enteral deve ter a ingestão de água como em uma alimentação normal. A água irá contribuir para a hidratação do paciente. Converse com seu profissional de saúde para avaliar a quantidade de água que o paciente deve ingerir no dia.

  • Quando vou na loja, posso comprar qualquer dieta da prateleira.

    Existem vários tipos de dieta: com fibras, com mais calorias ou mais proteínas. Também existem os suplementos orais que podem complementar a dieta. O profissional saberá indicar a melhor opção.

  • A dieta enteral é igual ao leite de caixinha.

    A dieta enteral é bem diferente do leite, pois é completa e pode ser utilizada como única fonte de alimentação, enquanto o leite é um dos alimentos que compõe a dieta.

  • Compro uma dieta líquida pronta e para durar mais posso diluir em água.

    Não deve-se fazer a diluição de uma dieta pronta para consumo. A diluição da dieta pode levar a diminuição dos nutrientes presentes na fórmula, prejudicando o paciente. Somente a dieta em pó deve ter água adicionada na sua preparação.

  • O paciente não pode estar deitado enquanto recebe a dieta.

    Durante a administração da dieta o paciente deve estar sentado ou inclinado, para que o líquido não vá para os pulmões, causando aspiração e desconforto.

  • O paciente adora refrigerante, não tem problema colocar um pouquinho na sonda, para ele sentir o gosto.

    Não é recomendado colocar nenhum alimento pela sonda que não tenha sido prescrito pelo profissional de saúde. Durante a administração da dieta via sonda, o paciente não irá sentir o gosto dos alimentos ingeridos, pois a sonda vai direto para o estômago ou intestino.

  • Não posso esquentar a dieta enteral no micro-ondas nem em banho-maria.

    Não é recomendado esquentar a dieta enteral para que suas vitaminas e minerais não sejam perdidas. A dieta deve ser administrada em temperatura ambiente. Caso a alimentação esteja armazenada na geladeira, ela deve ser retirada em torno de 30 minutos antes de administração até atingir a temperatura ambiente.

  • Preciso limpar a sonda com água toda vez que ela for usada.

    É recomendado que, antes e após cada administração de alimentação ou medicamentos, a sonda seja lavada com a injeção de uma seringa com água. Este procedimento evita o entupimento da sonda.

  • Quando a sonda entupir, posso passar refrigerante para desentupir.

    Para a desobstrução da sonda você deve injetar lentamente água filtrada ou fervida por meio de uma seringa. A água deve ser injetada lentamente para que não haja ruptura da sonda ou desconforto para o paciente. Não use refrigerantes, água morna ou outros líquidos para desobstruir a sonda. Isso pode causar desconforto no paciente e trazer reações indesejadas.

Continue lendo os assuntos abaixo:

Intercorrências
e como evitar
Saiba como agir para evitar possíveis intercorrências durante a administração da nutrição enteral. saiba mais

Intercorrências e como evitar

Durante a alimentação enteral podem acontecer alguns problemas pontuais. Saiba o que você pode fazer para evitar estas situações:

Vômito

Possíveis causas do problema:
  1. Posição incorreta do paciente na cama ou da sonda;
  2. Gotejamento rápido da dieta;
  3. Administração de grande volume de dieta no mesmo horário.
Sugestões de solução:
  1. Mantenha o paciente com a cabeceira da cama elevada;
  2. Diminua a velocidade do gotejamento até o término da dieta;
  3. Observe a próxima administração e caso se repita, entre em contato com o seu profissional de saúde.

Diarreia

Possíveis causas do problema:
  1. A administração está sendo feita muito rápida ou gelada;
  2. Uma reação a medicamentos;
  3. O paciente mudou de fórmula recentemente.
Sugestões de solução:
  1. Converse com seu profissional de saúde sobre a proporção de dieta administrada;
  2. Retire a fórmula da geladeira pelo menos 30 minutos antes de administrar deixando-a chegar a temperatura ambiente;
  3. Não utilize a dieta que tenha sido deixada em temperatura ambiente por mais tempo que a recomendação do fabricante ou que esteja há mais de 48h na geladeira;
  4. Converse com o profissional de saúde para mudar para uma fórmula que tenha ingredientes de mais fácil absorção e digestão;
  5. Pergunte ao seu profissional de saúde se os medicamentos que você usa podem causar diarreia.

Distensão abdominal

Possíveis causas do problema:
  1. A fórmula está sendo administrada muito rápido ou muito gelada;
  2. O paciente está deitado durante a administração da dieta, ou fazendo esforço logo após a alimentação;
  3. O paciente pode ter intolerância à fórmula.
Sugestões de solução:
  1. Consulte seu profissional de saúde para diminuir a quantidade de administração da dieta;
  2. Mantenha a fórmula em temperatura ambiente antes de administrá-la;
  3. Verifique se você esta seguindo as orientações corretas sobre a administração da fórmula;
  4. Mantenha a cabeceira da cama elevada durante a administração da dieta e após 30-60 minutos do fim.

Desidratação

Possíveis causas do problema:
  1. Falta de água;
  2. Diarreias frequentes;
  3. Febre prolongada;
  4. Suor excessivo.
Sugestões de solução:
  1. Ingestão adequada de água conforme recomendado e antes e depois das refeições.
  2. Consulte seu profissional de saúde para ajustar a quantidade recomendada de água.

Continue lendo os assuntos abaixo:

Vídeos
Tire todas as suas dúvidas a respeito da nutrição enteral com os vídeos que preparamos para você. saiba mais

Vídeos

Tire todas as suas dúvidas a respeito da nutrição enteral com os vídeos que preparamos para você.

Continue lendo os assuntos abaixo: